O futuro do RH: veja se sua empresa está preparada

#Sem categoria

Banner principal

por
webfoco

Com a pandemia, as empresas tiveram que se adaptar e fazer bruscas mudanças para seguir as medidas sanitárias impostas de repente. Essas mudanças dizem respeito, principalmente, à rotina de trabalho, forçando uma revolução em Recursos Humanos (RH). O setor antes pensava apenas na satisfação dos colaboradores, oferecendo plano de saúde empresarial, por exemplo.

Para entender melhor sobre o tema, preparamos um conteúdo para explicar detalhadamente as tendências na área de RH. Bem como as mudanças que ocorreram e quais devem ser as melhores práticas daqui para frente dentro da sua empresa.

O que mudou com a chegada da pandemia?

A vida do RH tem novas tarefas devido à chegada da pandemia, que despertou a preocupação pelo bem-estar físico, emocional e mental do colaborador. Em vista disso, uma das medidas adotadas foi a flexibilização do horário. Os líderes passaram a entender que a rotina diária pode ser mais produtiva quando é focada na entrega de demandas, e não exclusivamente no cumprimento do horário comercial.

Além disso, a transformação digital presente no mundo auxilia na mensuração de resultados por meio de pesquisas e banco de dados automatizados. Com ferramentas online à mão, profissionais de RH conseguem compreender melhor o andamento da empresa. Até mesmo recrutar profissionais alinhados com a cultura corporativa e traçar estratégias internas.

Segundo a revista Harvard Business, os funcionários atuantes em RH tendem a se tornar tão importantes quanto CEOs e CFOs.

O papel do RH dentro das empresas

Foi-se o tempo em que a área de Recursos Humanos tratava somente do campo burocrático e do recrutamento nas empresas. Hoje em dia, o olhar para esses profissionais é bem mais amplo e estratégico, pois eles podem ajudar em variadas áreas das organizações.

No passado, as funções do RH eram focadas apenas em gerenciar benefícios e lidar com a satisfação dos colaboradores. Por isso, um de seus principais papéis consistia em encontrar benefícios para a equipe, como plano de saúde para empresas. Posterior e principalmente com o isolamento social, novas funções foram atreladas ao cargo, por exemplo, administração do home office.

Não é à toa que tendências surgem a todo momento, sendo necessário acompanhá-las. Só assim para a empresa ficar por dentro do chamado “RH do futuro”, que é focado em pessoas e extremamente planejado. Entre o que há de novidade, podemos citar:

  • Uso inteligente de games: a utilização de plataformas que se assemelham aos jogos para aplicar treinamentos e engajar a equipe cresce cada vez mais. É uma estratégia para dinamizar e deixar mais interessante os processos do dia a dia.
  • Uso da Inteligência Artificial (IA): proporciona coleta de dados para uma futura tomada de decisões. Com ela, é possível apurar metas cumpridas e desempenho, por exemplo.
  • Uso do processo de people analytics (PA): processo de análise e coleta de dados destinado para a gestão de pessoas. 

Benefícios e a importância do plano de saúde empresarial

Mesmo que as grandes mudanças que o setor empresarial sofreu nos últimos anos, os benefícios corporativos se mantiveram relevantes. Segundo a pesquisa Anab de Planos de Saúde, 81% dos entrevistados ressaltam o receio da falta de acesso a tratamentos médicos e, naturalmente, a preocupação com o acesso à saúde. Ou seja, ainda é crucial oferecer um plano de saúde empresarial.

Não à toa, o número de brasileiros adeptos às contratações de planos de saúde aumentou. As principais vantagens de oferecer tal benefício aos colaboradores são: aumento da produtividade, valorização da empresa pelo funcionário, engajamento da equipe e melhora na qualidade de vida. 

Para encontrar planos de saúde empresariais que dialoguem com as necessidades da sua companhia, conte com a corretora de saúde Piwi! A gente faz um criterioso processo de avaliação, orienta a contratação do pacote e realiza a gestão de saúde.