Felicidade no trabalho: como o RH pode contribuir?

#Gestão de RH

Banner principal

por
webfoco

Há muita gente que acredita que a felicidade no trabalho é, na verdade, uma recompensa do resultado. Mas nos últimos anos várias pesquisas mostram que a ordem da equação é inversa, afinal, quando nossa saúde e bem-estar são priorizados, o bom desempenho profissional vira consequência. Vamos entender melhor sobre o assunto?

O que é felicidade no trabalho?

Quando vem pergunta “o que é ser feliz no trabalho?” imaginam uma empresa repleta de festas, com mesa de jogos e milhões de benefícios para os funcionários. Não se trata somente disso. Afinal, diz sobre estar empolgado para realizar as tarefas e metas cotidianas. Não apenas torcer pela chegada da sexta-feira e lamentar o término do final de semana.

Por que é importante ser feliz no trabalho?

O nível de felicidade dos funcionários influencia diretamente uma série de aspectos importantes para o negócio — como produtividade e turnover. Colaboradores motivados estão propícios a concluir mais tarefas, são mais comprometidos, cumprem os prazos estabelecidos e entregam mais qualidade em seu serviço. 

Sem falar que buscam crescer na empresa, dando ideias, indo atrás de capacitação e assumindo funções de liderança. Desse modo, essa é a principal importância felicidade no trabalho.

Quais os principais desafios em promover a felicidade no trabalho?

Sem dúvidas, os principais desafios da área de Recursos Humanos de uma organização é entender quais são os aspectos motivadores da felicidade dos funcionários. Até porque, para que este sentimento de bem-estar e qualidade de vida no trabalho seja real, é preciso ir bem além de ações básicas. 

Promover eventos, atividades, confraternizações e oferecer comes e bebes no escritório são iniciativas positivas, claro. Todo colaborador gosta disso. Entretanto, estas ideias pontuais não definem um estado de espírito, concorda? A seguir, mostramos a relação do RH e felicidade no trabalho

Como o RH pode contribuir com a felicidade dos colaboradores?

Tenha um bom clima organizacional

O clima organizacional é um fator determinante para o desempenho dos colaboradores, sendo, portanto, o primeiro passo para dar em direção à felicidade dos mesmos.

Dê e receba feedbacks

Ser feliz no trabalho também se relaciona com o fato de receber feedbacks para. A empresa deve oferecer críticas construtivas sobre as atividades realizadas, bem como dar sugestões de melhorias. Além disso, é legal solicitar feedbacks de seus colaboradores sobre a gestão da empresa, por exemplo.

Defina planos de carreira efetivos

Nada melhor do que investir no crescimento profissional dos funcionários. Com planos de carreira estruturados, as chances de satisfação e contentamento aumentam bastante.

Apresente um propósito claro

Salários e benefícios não são mais suficientes para assegurar a satisfação do colaborador, principalmente daqueles de gerações mais novas. A missão, visão, valores e objetivos da instituição fazem com que ele se identifique com seu serviço, aumentando a motivação.

Ofereça bons benefícios corporativos

Por último, mas não menos importantes, estão os benefícios corporativos. É preciso compreender o público interno e, assim, escolher as opções que agradam a todos. 

Conte com a Piwi

A Piwi é uma corretora online de saúde sem complicações, que cria as melhores experiências na venda e na gestão de planos de saúde, um dos benefícios mais requisitados. Do mesmo jeito que você entendeu como ser feliz no trabalho, pode entender melhor sobre o que fazemos navegando pelo site!